Portal de Noticias da Direita Brasileira

Mourão vê exagero em ação contra aliados de Bolsonaro

Bolsonaristas foram alvos de mandados de busca e apreensão
Mourão vê exagero em ação contra aliados de Bolsonaro
Pleno.News . Vice-presidente Hamilton Mourão avalia que medidas contra bolsonaristas são exageradas Foto: VPR/Bruno Batista

Mourão vê exagero em ação contra aliados de Bolsonaro

https://pleno.news/

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) afirmou nesta terça-feira (16) que há certo exagero nas operações de busca e apreensão contra aliados e apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pela promoção de protestos antidemocráticos

Nesta terça-feira (16), o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou o cumprimento de 21 mandados de busca e apreensão que têm entre os alvos integrantes do Aliança pelo Brasil, partido que o presidente tenta fundar.

Em conversa com a Folha de S.Paulo, o general da reserva disse que não se pode considerar “meia dúzia de gente que estava na rua” como uma ameaça, apesar de, na avaliação dele, ter sido um inconveniente a iniciativa de um grupo governista de atirar fogos de artificio sobre a sede do Supremo.

– Eu acho que é meio exagerado isso aí. Eu acho que considerar que essa meia dúzia de gente que estava aí na rua como uma ameaça é a mesma coisa que a gente considerar aquela turma que aparece com bandeira de foice e martelo como ameaça – afirmou.

No caso dos fogos de artifício, Mourão avaliou que a penalidade mais apropriada seria a aplicação de multas contra os responsáveis pelo ocorrido. Até o momento, Bolsonaro não se manifestou nem sobre os mandados de busca e apreensão nem sobre o ataque ao prédio do Supremo.

Apesar da crítica à operação policial, o vice-presidente defendeu um diálogo harmonioso entre Executivo e Judiciário e avaliou que tem havido um ruído de comunicação que precisa ser superado.

Eu acho que tem muito ruído na comunicação. É [preciso] tirar o ruído da comunicação. A rádio, quando você fala para transmitir mensagem, tem um botão que se chama supressor de ruído. É só acionar o supressor de ruído – disse.

Mourão considerou também que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, cometeu um erro ao ter participado de protesto no fim de semana que criticava o STF. O Palácio do Planalto já informou a integrantes do Supremo que o ministro deve deixar o cargo como um gesto de paz.

Eu acho que o Weintraub, no momento em que ele anda debaixo de fogo, deveria estar abrigado. Ele rompeu um principio básico da segurança – afirmou o general.

*Gustavo Uribe/Folhapress

OUVIR NOTÍCIA

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) afirmou nesta terça-feira (16) que há certo exagero nas operações de busca e apreensão contra aliados e apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pela promoção de protestos antidemocráticos

Nesta terça-feira (16), o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou o cumprimento de 21 mandados de busca e apreensão que têm entre os alvos integrantes do Aliança pelo Brasil, partido que o presidente tenta fundar.

Em conversa com a Folha de S.Paulo, o general da reserva disse que não se pode considerar “meia dúzia de gente que estava na rua” como uma ameaça, apesar de, na avaliação dele, ter sido um inconveniente a iniciativa de um grupo governista de atirar fogos de artificio sobre a sede do Supremo.

– Eu acho que é meio exagerado isso aí. Eu acho que considerar que essa meia dúzia de gente que estava aí na rua como uma ameaça é a mesma coisa que a gente considerar aquela turma que aparece com bandeira de foice e martelo como ameaça – afirmou.

No caso dos fogos de artifício, Mourão avaliou que a penalidade mais apropriada seria a aplicação de multas contra os responsáveis pelo ocorrido. Até o momento, Bolsonaro não se manifestou nem sobre os mandados de busca e apreensão nem sobre o ataque ao prédio do Supremo.

Apesar da crítica à operação policial, o vice-presidente defendeu um diálogo harmonioso entre Executivo e Judiciário e avaliou que tem havido um ruído de comunicação que precisa ser superado.

Eu acho que tem muito ruído na comunicação. É [preciso] tirar o ruído da comunicação. A rádio, quando você fala para transmitir mensagem, tem um botão que se chama supressor de ruído. É só acionar o supressor de ruído – disse.

Mourão considerou também que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, cometeu um erro ao ter participado de protesto no fim de semana que criticava o STF. O Palácio do Planalto já informou a integrantes do Supremo que o ministro deve deixar o cargo como um gesto de paz.

Eu acho que o Weintraub, no momento em que ele anda debaixo de fogo, deveria estar abrigado. Ele rompeu um principio básico da segurança – afirmou o general.

*Gustavo Uribe/Folhapress

Fonte

https://pleno.news/

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Política
Primeira Dama de São Paulo é contra doação de alimentos a moradores de Rua: “eles...
Primeira Dama de São Paulo é contra doação de alimentos a moradores de Rua: “eles precisam se conscientizar”
VISUALIZAR
Economia
Bolsonaro: Mercosul é parte das soluções para recuperação pós-pandemia
Bolsonaro: Mercosul é parte das soluções para recuperação pós-pandemia
VISUALIZAR
Justiça
Justiça derruba decisão que determinou uso de máscara ao presidente
Justiça derruba decisão que determinou uso de máscara ao presidente
VISUALIZAR
Deficiência
A doce Letícia, síndrome de Down
A doce Letícia, síndrome de Down
VISUALIZAR
Economia
Bolsonaro anuncia mais duas parcelas do auxílio emergencial de R$ 600
Bolsonaro anuncia mais duas parcelas do auxílio emergencial de R$ 600
VISUALIZAR
Saúde
Novo vírus Chinês pode gerar pandemia: o G4 EA H1N1
Novo vírus Chinês pode gerar pandemia: o G4 EA H1N1
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )