Portal de Noticias da Direita Brasileira

Cloroquina e seus efeitos

Quando soldados vão a missões na Amazônia, se utilizam do cloroquina, razão do seu positivo efeito: SUBIR A IMUNIDADE DO CORPO.
Cloroquina e seus efeitos
SOLDADO (Manoel kipissy)

Cloroquina e seus efeitos

Joézer Chagas

CLOROQUINA...
Nunca imaginei que a região amazônica fosse ficar ainda mais conhecida mundialmente. Aliás, me cheira Prêmio Nobel aos defensores. Vamos lá entender o que ela faz no corpo:

Quando soldados vão a missões na Amazônia, se utilizam do cloroquina ,razão do seu positivo efeito: SUBIR A IMUNIDADE DO CORPO. Os inimigos no mato são muitos, o mais conhecido é o carapanã da malária. A questão é que, a reação deste “inimigo do mato”, não tem efeito sobre o corpo do soldado ao tomar a CLOROQUINA. Uma análise humilde, e até aventureira forma de pensar(porque não sou médico), pense comigo, só mais uns minutos.

O COVID, também se acovarda em sua manifestação quando utiliza este medicamento, se obedecido uma simples lógica. Ainda maisinteressante fica se observarmos os esquemas de tratamento para as duas formas de malária e de como se procede no tratamento fazendo uma associação de cloroquina / primaquina + antibióticos ... veja quanta coincidência! (Repito, não sou médico, porém, veja a posologia dos medicamentos e tire suas conclusões).
A CLOROQUINA, trata doenças autoimunes, doenças que atacam a imunidade.

Não se convencer disto, veremos o acréscimo de mortes pelo coronavírus. Claro, seria bom ter teses e teses da medicina sobre o efeito específico do uso da CLOROQUINA ao COVID (cientificismo), coisa que vai aparecer, cedo ou tarde.

Até lá, caso entendamos o básico do básico, e nos lançarmos as ferramentas que temos, não seria má ideia. Até porque o médico e o paciente é quem decide isto ( palavras do Conselho de Medicina).

Não se convencer disto, veremos o acréscimo de mortes pelo coronavírus, produzindo uma das piores dores, a separação de pessoas que amamos e daqueles que são como nós, merecedores da vida. Lamento sobre o que vejo, mas teremos vários capítulos desse episódio triste pela frente, se assim continuar.

Detalhe, entremente a isto, continuamos na escassez de medicamentos (realidade do nosso Estado do Amapá).
Os dias vão passando e todos em lockdown sem saber ao certo como tudo terminará.

A quem então devemos cobrar?
Neste momento penso que são Governadores e Prefeitos do Brasil (segundo o parecer STF). Estes são os responsáveis pela gestão da pandemia. Diante disso, porquê do Lockdown que está sendo praticado? A razão é: NÃO HÁ REMÉDIOS E LEITOS. Mas, os gastos são realizados a tonéis. Pra dar uma “colher de chá”, de tudo não estão errados. No entanto, a situação de calamidade deixou de ser a pandemia, tornou-se questões políticas. O cabo de guerra é: libera e não libera, vertical ou horizontal...

Só sei que pagamos pela incompetência da gestão pública. Sinceramente, esperava até nem vir tanto dinheiro assim, isto é, mais de 1 bilhão e 200 milhões, só ao Estado(coisa que já mencionei em um post atrás) Meus caros, tem cabimento? Até quando?

 

OUVIR NOTÍCIA

CLOROQUINA...
Nunca imaginei que a região amazônica fosse ficar ainda mais conhecida mundialmente. Aliás, me cheira Prêmio Nobel aos defensores. Vamos lá entender o que ela faz no corpo:

Quando soldados vão a missões na Amazônia, se utilizam do cloroquina ,razão do seu positivo efeito: SUBIR A IMUNIDADE DO CORPO. Os inimigos no mato são muitos, o mais conhecido é o carapanã da malária. A questão é que, a reação deste “inimigo do mato”, não tem efeito sobre o corpo do soldado ao tomar a CLOROQUINA. Uma análise humilde, e até aventureira forma de pensar(porque não sou médico), pense comigo, só mais uns minutos.

O COVID, também se acovarda em sua manifestação quando utiliza este medicamento, se obedecido uma simples lógica. Ainda maisinteressante fica se observarmos os esquemas de tratamento para as duas formas de malária e de como se procede no tratamento fazendo uma associação de cloroquina / primaquina + antibióticos ... veja quanta coincidência! (Repito, não sou médico, porém, veja a posologia dos medicamentos e tire suas conclusões).
A CLOROQUINA, trata doenças autoimunes, doenças que atacam a imunidade.

Não se convencer disto, veremos o acréscimo de mortes pelo coronavírus. Claro, seria bom ter teses e teses da medicina sobre o efeito específico do uso da CLOROQUINA ao COVID (cientificismo), coisa que vai aparecer, cedo ou tarde.

Até lá, caso entendamos o básico do básico, e nos lançarmos as ferramentas que temos, não seria má ideia. Até porque o médico e o paciente é quem decide isto ( palavras do Conselho de Medicina).

Não se convencer disto, veremos o acréscimo de mortes pelo coronavírus, produzindo uma das piores dores, a separação de pessoas que amamos e daqueles que são como nós, merecedores da vida. Lamento sobre o que vejo, mas teremos vários capítulos desse episódio triste pela frente, se assim continuar.

Detalhe, entremente a isto, continuamos na escassez de medicamentos (realidade do nosso Estado do Amapá).
Os dias vão passando e todos em lockdown sem saber ao certo como tudo terminará.

A quem então devemos cobrar?
Neste momento penso que são Governadores e Prefeitos do Brasil (segundo o parecer STF). Estes são os responsáveis pela gestão da pandemia. Diante disso, porquê do Lockdown que está sendo praticado? A razão é: NÃO HÁ REMÉDIOS E LEITOS. Mas, os gastos são realizados a tonéis. Pra dar uma “colher de chá”, de tudo não estão errados. No entanto, a situação de calamidade deixou de ser a pandemia, tornou-se questões políticas. O cabo de guerra é: libera e não libera, vertical ou horizontal...

Só sei que pagamos pela incompetência da gestão pública. Sinceramente, esperava até nem vir tanto dinheiro assim, isto é, mais de 1 bilhão e 200 milhões, só ao Estado(coisa que já mencionei em um post atrás) Meus caros, tem cabimento? Até quando?

 

Fonte

Joézer Chagas

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Mundo
"Sentimos essa tragédia como se fosse em nosso território": Bolsonaro disse sobre explosões...
VISUALIZAR
Política
Maia cita Mandetta, Huck e Doria como seus possíveis candidatos para 2022
Maia cita Mandetta, Huck e Doria como seus possíveis candidatos para 2022
VISUALIZAR
Meio Ambiente
Mourão manifesta preocupação com incêndios na Amazônia
Mourão manifesta preocupação com incêndios na Amazônia
VISUALIZAR
Política
VÍDEO: Jornalista denuncia grampo em Bolsonaro e golpe do TSE
VÍDEO: Jornalista denuncia grampo em Bolsonaro e golpe do TSE
VISUALIZAR
Saúde
Guga Chacra zomba de médica referência em cloroquina
Guga Chacra zomba de médica referência em cloroquina
VISUALIZAR
Política
Toffoli suspende impeachment de Witzel na Alerj
Toffoli suspende impeachment de Witzel na Alerj
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )