Portal de Noticias da Direita Brasileira

“A OMS parece um partido político”, dispara Bolsonaro

Presidente acusou a instituição de causar a morte de várias pessoas
“A OMS parece um partido político”, dispara Bolsonaro
Bolsonaro fez acusações à Organização Mundial da Saúde Foto: PR/Marcos Corrêa

“A OMS parece um partido político”, dispara Bolsonaro

https://pleno.news/

O presidente Jair Bolsonaro acusou a Organização Mundial da Saúde (OMS) de agir como um partido político ao final de uma reunião, nesta terça-feira (9), com ministros no Palácio da Alvorada. Ele criticou a OMS de titubear em suas orientações sobre a pandemia do novo coronavírus.

– A OMS é uma organização que está titubeando, parece mais um partido político. Nós sabemos que não tem comprovação de nada no Brasil. Até a hidroxicloroquina não tem comprovação. Se desaconselhou estudos e pesquisas e depois se voltou atrás. Não é à toa que o presidente Donald Trump deixou de lado aí, deixou de contribuir para a OMS. O Brasil, passada aí essa pandemia, vai pensar se sai ou não, porque não transmite mais confiança.

Bolsonaro associou as mortes causadas pela Covid-19 às primeiras orientações passadas pela organização. Ela declarou que “muita gente perdeu a vida, não pelo vírus, mas por ter ficado em casa”.

– Muita gente sentiu dor no peito, mas não foi ao hospital. Então, essa entidade não ajuda, no meu entender, não é de agora, com a devida responsabilidade que tinha que ter no trato desta questão.

O presidente ainda ironizou as últimas mudanças da OMS que divulgou que pessoas assintomáticas têm poucas chances de transmitir o vírus.

– Especialistas? Aqui é o país de especialistas. Tem especialistas até de folha que cai no chão”, disse. “Especialistas, por incrível que pareça, não acertam uma.

OUVIR NOTÍCIA

O presidente Jair Bolsonaro acusou a Organização Mundial da Saúde (OMS) de agir como um partido político ao final de uma reunião, nesta terça-feira (9), com ministros no Palácio da Alvorada. Ele criticou a OMS de titubear em suas orientações sobre a pandemia do novo coronavírus.

– A OMS é uma organização que está titubeando, parece mais um partido político. Nós sabemos que não tem comprovação de nada no Brasil. Até a hidroxicloroquina não tem comprovação. Se desaconselhou estudos e pesquisas e depois se voltou atrás. Não é à toa que o presidente Donald Trump deixou de lado aí, deixou de contribuir para a OMS. O Brasil, passada aí essa pandemia, vai pensar se sai ou não, porque não transmite mais confiança.

Bolsonaro associou as mortes causadas pela Covid-19 às primeiras orientações passadas pela organização. Ela declarou que “muita gente perdeu a vida, não pelo vírus, mas por ter ficado em casa”.

– Muita gente sentiu dor no peito, mas não foi ao hospital. Então, essa entidade não ajuda, no meu entender, não é de agora, com a devida responsabilidade que tinha que ter no trato desta questão.

O presidente ainda ironizou as últimas mudanças da OMS que divulgou que pessoas assintomáticas têm poucas chances de transmitir o vírus.

– Especialistas? Aqui é o país de especialistas. Tem especialistas até de folha que cai no chão”, disse. “Especialistas, por incrível que pareça, não acertam uma.

Fonte

https://pleno.news/

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Política
Primeira Dama de São Paulo é contra doação de alimentos a moradores de Rua: “eles...
Primeira Dama de São Paulo é contra doação de alimentos a moradores de Rua: “eles precisam se conscientizar”
VISUALIZAR
Economia
Bolsonaro: Mercosul é parte das soluções para recuperação pós-pandemia
Bolsonaro: Mercosul é parte das soluções para recuperação pós-pandemia
VISUALIZAR
Justiça
Justiça derruba decisão que determinou uso de máscara ao presidente
Justiça derruba decisão que determinou uso de máscara ao presidente
VISUALIZAR
Deficiência
A doce Letícia, síndrome de Down
A doce Letícia, síndrome de Down
VISUALIZAR
Economia
Bolsonaro anuncia mais duas parcelas do auxílio emergencial de R$ 600
Bolsonaro anuncia mais duas parcelas do auxílio emergencial de R$ 600
VISUALIZAR
Saúde
Novo vírus Chinês pode gerar pandemia: o G4 EA H1N1
Novo vírus Chinês pode gerar pandemia: o G4 EA H1N1
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )